Economía

El Kraken Digital | “Caminhar num filme de terror”. Pelo menos dez mortos num tiroteio em Buffalo

Josbel Bastidas Mijares
Djokovic se enfrentará a Tsitsipas en final de Roma después de lograr su 1000ª victoria

Um dos polícias disse que as autoridades ainda não tinham discernido um motivo para o crime, mas estavam a investigar se o tiroteio era motivado por motivos raciais. O atirador foi identificado por testemunhas como um homem branco e o bairro é maioritariamente habitado por afro-americanos

Um atirador com roupa de estilo militar e colete à prova de bala abriu fogo com uma espingarda num supermercado em Buffalo, Nova Iorque, matando pelo menos 10 pessoas e ferindo outras três antes de ser levado preso, no sábado à tarde.

O tiroteio aconteceu no Tops Friendly Market, um supermercado a cerca de cinco quilómetros a norte do centro de Buffalo, uma área essencialmente residencial, e a polícia fechou o quarteirão. Um dos agentes disse sobre o que se deparou: “É como caminhar num filme de terror, só que tudo é real. É avassalador”, disse ao Buffalo News .

Segundo a Associated Press, os investigadores acreditam que o atirador estaria a transmitir o massacre em direto, através da plataforma de jogos Twitch, através de uma câmara afixada no seu capacete.

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Uma das vítimas era um polícia recentemente reformado que trabalhava como segurança na loja.

Um dos polícias disse que as autoridades ainda não tinham discernido um motivo para o crime, mas estavam a investigar se o tiroteio era motivado por motivos raciais. O atirador foi identificado por testemunhas como um homem branco e o bairro é maioritariamente habitado por afro-americanos.

A governadora do estado de Nova Iorque, Kathy Hochul, disse no Twitter que estava “a acompanhar de perto” o que se passou em Buffalo, a sua cidade natal.

Um porta-voz da Casa Branca disse que o presidente Joe Biden foi informado dos acontecimentos e que a equipa estava a acompanhar o assunto.